Possibilidades para ter um CNPJ para chamar de meu

A primeira figura jurídica que investigamos para obtenção do CNPJ é a MEI (microempreendedora individual), mas quando a empreendedora não preenche os requisitos para este formato (colocar link blog: Como ser MEI) precisamos pesquisar as outras formas de organização para entender o que cabe melhor para seu negócio.


Caso a empresária pretenda ficar em uma estrutura unipessoais, ou seja, aquela em que tem apenas um sócio, por trás da pessoa jurídica pode optar em ser uma empresária individual ou EIRELI.


A empresária individual, pode ser enquadrado em diversos padrões de faturamento e regimes tributários, então, a sua complexidade de funcionamento muitas vezes pode ser maior que a do MEI. Além da ampliação da possibilidade de faturamento, a empresária individual também pode enquadrar mais tipos de atividades.


A constituição da EIRELI, por sua vez, tem como requisito específico o capital mínimo da empresa seja o valor correspondente a pelo menos 100 (cem) vezes o valor do salário mínimo vigente no momento em que a empresa for registrada. Podem ser utilizados quaisquer tipos de bens que possam ser monetariamente avaliados.


Sigamos para a próxima forma de organização da pessoa jurídica: a sociedade limitada. Ela é uma das formas societárias mais comuns é constituída por dois ou mais sócios – e até mesmo por outra empresa – sendo que cada um deles é responsável pelo percentual de capital social investido. Para a composição da razão social (nome da empresa) é necessário incluir a sigla “LTDA”, que significa “limitada”.


Nas sociedades limitadas não há um investimento mínimo para constituição do capital social como na EIRELI, então, aqui os sócios podem livremente atribuir o valor que entenderem mais adequado.


Por fim, temos a sociedade anônima que é composta por dois sócios ou mais, seu capital social é dividido por ações ou cotas. Cada sócio tem a sua responsabilidade de acordo com seu percentual. Em razão da complexidade envolvida para a gestão desta sociedade normalmente são a opção de empresas que já estão mais amadurecidas.


Existem outros tipos de sociedade como por exemplo a sociedade simples pura que é voltada para parcerias profissionais que prestam serviços. Ou seja, os próprios sócios exercem as atividades da empresa. Alguns exemplos são os médicos, advogados e outros profissionais que têm suas profissões como própria atividade. Geralmente são aquelas atividades de cunho intelectual. Além disto, eles devem possuir registro em órgão de classe, como o CREMESP (Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo), por exemplo, no caso dos médicos.


Diferentemente das outras sociedades empresariais que exercem atividade comercial ou empresarial, a simples não precisa ser registrada na junta comercial. Sendo assim, a constituição, alteração e distrato são registrados em Cartório de Registro Civil das Pessoas Jurídicas.


Aqui o nosso objetivo foi ter noções preliminares pelos tipos mais comuns de organização das atividades para ter um CNPJ e não esgotar os tipos societários em si.


4 visualizações

CONTATO

ENDEREÇO

Rua Miragaia, 432

São Paulo - SP

CONTATOS

(11) 97135-5100

  • Alessandra Freitas Facebook
  • Instagram Alessandra Freitas
  • Branca Ícone LinkedIn

© 2019 por